Planta carnívora: como cuidar em casa +3 espécies mais conhecidas por suas armadilhas.

Suzana Machado

Updated on:

Planta carnivora

Por mais que as espécies existentes de planta carnívora não sejam tão usadas em jardins e em projetos de paisagismos, elas possuem uma beleza única e são extremamente exóticas.

Anúncios

Por isso, podem ser cultivadas sem maiores problemas em ambientes internos para compor a decoração, podendo ser uma cozinha, uma sala de estar ou até mesmo em uma varanda.
Imagem: FUTURE KIIID

Características da planta carnívora

Comumente encontradas em regiões que possuem como característica um solo encharcado e pobre de nutrientes, a planta carnívora precisou se adaptar para conseguir sobreviver nessas condições. E, para compensar essa falta de nutrientes, a espécie precisou se modificar, alterando suas características.

planta carnivora 1 Planta carnívora: como cuidar em casa +3 espécies mais conhecidas por suas armadilhas.
Imagem: András Dénes

Dessa forma, ela adotou uma espécie de armadilha em suas folhas e caules, que serviram justamente para fazer a captura desses nutrientes necessários para seu desenvolvimento, através da ingestão de insetos e de outros pequenos animais.

Anúncios

Como a planta carnívora se alimenta?

Para que possa se desenvolver, a planta carnívora necessita realizar a ingestão de pequenos animais e insetos que passem por suas armadilhas.

Por isso, as espécies de plantas carnívoras produzem substâncias que fazem com que suas presas se sintam atraídas. Caso contrário, não conseguem ter sucesso em suas capturas.

Principais espécies de plantas carnívoras e suas armadilhas

As principais espécies de plantas carnívoras se diferem pela característica de suas armadilhas.

Anúncios

1- Planta carnívora com armadilha tipo jaula

Provavelmente a planta carnívora com a armadilha do tipo jaula seja a mais conhecida entre as espécies, em especial a espécie Dioneia.

planta carnivora 2 Planta carnívora: como cuidar em casa +3 espécies mais conhecidas por suas armadilhas.
Imagem: Pexels – Carnívora tipo armadilha

Como característica, essa espécie atrai suas “vítimas” exalando um cheiro adocicado, que pousam no local e acabam ficando presas quando suas folhas se fecham.

2- Planta carnívora com armadilha tipo jarro

Com um mecanismo de armadilha que se assemelha muito ao formato de um jarro, as plantas dessa espécie de carnívoras podem ser representadas pelas Nepenthes e Sarracenias.

planta carnivora 3 Planta carnívora: como cuidar em casa +3 espécies mais conhecidas por suas armadilhas.
Imagem: Pexels – Espécie com armadilha tipo jaula

Como característica, elas atraem pequenos insetos por meio de um tipo de líquido com sabor adocicado que faz com que suas “vítimas” acabem deslizando para o fundo desse jarro.

Anúncios

3- Plantas carnívoras com armadilha colante

Muito encontradas em regiões de cerrado, as espécies de plantas carnívoras, representadas pelas Droseras, se caracterizam por seu mecanismo que captura suas presas através da produção de uma substância pegajosa.

planta carnivora 4 Planta carnívora: como cuidar em casa +3 espécies mais conhecidas por suas armadilhas.
Imagem: Pexels

Dessa forma, as presas ficam grudadas, não conseguem se soltar e são ingeridas logo em seguida pela planta carnívora.

Como cultivar a planta carnívora?

Fora os cuidados com a alimentação necessária para que as plantas carnívoras possam se desenvolver, é preciso seguir alguns cuidados para que elas se mantenham saudável.

Anúncios

1- Exposição a luz

É importante seguir alguns cuidados quanto a exposição da planta carnívora a luz do sol. Pois, assim como acontece com qualquer planta, é preciso que a planta fique exposta em um ambiente com luz para que ela possa realizar sua fotossíntese e produzir sua energia dessa forma.

Contudo, a planta não deve ficar exposta a luz direta do sol, devendo ficar a meia-sombra pegando apenas o sol do início da manhã ou do final da tarde.

2- Solo ideal

Outro ponto que merece atenção é o solo onde sua planta carnívora será cultivada. Diferente do caso de plantas tropicais, que gostam de um solo mais adubado, no caso das carnívoras o ideal é que ela não seja cultivada diretamente na terra, mas sim em um substrato próprio para ela que seja composto por musgo e seja úmido.

Anúncios

3- Regas

Por fim, cuide para que o substrato fique sempre úmido, realizando regas frequentes, podendo até mesmo borrifar água filtrada em suas folhas para o ambiente se manter úmido.

Veja também

Deixe um comentário