Peperômia Prostata: Como Cultivar a Planta Colar de Tartaruga

Suzana Machado

Peperômia Prostata

Você já ouviu falar da peperômia prostata? Essa planta, também conhecida como colar de tartaruga, é uma espécie de suculenta que tem folhas pequenas, redondas e verdes, que lembram as cascas dos quelônios. Ela é originária da América do Sul e pode ser cultivada tanto em vasos quanto em jardins verticais, formando lindas cascatas de folhagem.

Anúncios

Se você gosta de plantas e de decoração, saiba que a peperômia prostata é uma ótima opção para dar um toque de verde e de charme ao seu ambiente. Neste artigo, vamos te mostrar as características, a origem e um guia completo para o cultivo dessa espécie.
Imagem: @nathiplantinhas

Origem da peperômia prostata

A peperômia prostata é nativa da América do Sul, especialmente do Brasil, da Argentina e do Peru. Ela cresce em florestas tropicais e subtropicais, onde recebe luz filtrada pelas copas das árvores. Por isso, ela se adapta bem a ambientes internos ou com sombra parcial.

Anúncios

Características notáveis

A peperômia prostata é uma planta herbácea, perene e rasteira, que pertence à família das Piperaceae. Ela tem caules finos e flexíveis, que podem chegar a 30 cm de comprimento.

Peperômia Prostata
Imagem: Cleia Pedroza (@pedrozacleia)

Suas folhas são pequenas, redondas, carnudas e verdes, com nervuras prateadas. Elas medem cerca de 1 cm de diâmetro e são dispostas ao longo dos caules, formando uma espécie de colar com uma coloração que lembra muito o casco de uma tartaruga.

Anúncios

Como cultivar a planta colar de tartaruga?

A peperômia prostata é uma planta fácil de cuidar, que requer pouca manutenção.

Iluminação

A peperômia prostata prefere locais com luz indireta ou meia-sombra. Evite expô-la ao sol direto, pois isso pode queimar suas folhas e causar desidratação.

Substrato

Peperômia Prostata
Imagem: @nou_zardin

O substrato ideal para o cultivo da peperômia prostata deve ser bem drenável, leve e rico em matéria orgânica. Você pode usar uma mistura de terra vegetal, areia e húmus de minhoca, por exemplo.

Anúncios

Rega

A rega deve ser moderada, mantendo o substrato levemente úmido, mas nunca encharcado. A peperômia prostata é uma suculenta, que armazena água nas folhas, por isso não tolera excesso de umidade. Regue a planta somente quando a superfície do substrato estiver seca ao toque.

Adubação

A adubação pode ser feita a cada dois meses, durante a primavera e o verão, que são as estações de crescimento da planta. Use um adubo orgânico ou mineral, seguindo as instruções do fabricante.

Anúncios

Poda

A poda não é necessária para a peperômia prostata, mas você pode remover as folhas e os caules secos ou danificados para manter a planta saudável e bonita.

Pragas e doenças

A peperômia prostata é resistente a pragas e doenças, mas pode ser atacada por cochonilhas, pulgões ou fungos se estiver em condições inadequadas de cultivo. Nesse caso, limpe a planta com um pano úmido ou aplique um inseticida natural ou fungicida específico para o problema.

Veja também

1 comentário em “Peperômia Prostata: Como Cultivar a Planta Colar de Tartaruga”

Os comentários estão encerrado.