Planta fantasma (Graptopetalum paraguayense): a suculenta de beleza fantasmagórica

Suzana Machado

Planta fantasma

Você já ouviu falar da planta fantasma? Essa é uma das suculentas mais populares e procuradas por quem gosta de decoração e paisagismo.

Anúncios

Ela tem esse nome porque suas folhas têm uma coloração cinza-prateada, que lembra um espectro. Mas não se assuste, essa planta é muito bonita e fácil de cuidar.
Imagem: suculouca

Origem

A planta fantasma (Graptopetalum paraguayense) é originária do México, onde cresce em regiões áridas e rochosas. Ela pertence à família das Crassulaceae, a mesma das echeverias, kalanchoes e outras suculentas.

Planta fantasma (Graptopetalum paraguayense)
Imagem: Mas que Cactus (@mas.que.cactus)

O nome “Planta Fantasma” surge da sua tonalidade única, evocando uma aparência etérea e misteriosa, além de sua habilidade surpreendente de mudar de cor ao longo do dia.

Anúncios

Características

A planta fantasma se destaca por suas folhas carnudas e dispostas em rosetas, apresentando uma coloração única que varia entre o cinza-prateado e o azul-esverdeado, conforme a exposição ao sol.

Planta fantasma (Graptopetalum paraguayense)
Imagem: plantinhas & cia (@casa_com_plantinha)

A planta fantasma produz flores pequenas e delicadas, de cor amarela ou branca, que aparecem na primavera.

Como cultivar a planta fantasma?

A planta fantasma pode ser cultivada em vasos, jardineiras, canteiros ou até mesmo em arranjos suspensos. Uma das suas vantagens, está no fato de ser muito resistente e tolerar bem o frio, o calor e a seca.

Anúncios

Ela precisa de pouca água e adubação, sendo ideal para quem tem pouco tempo ou espaço para cuidar das plantas.

1- Vaso e substrato

Para cultivar a planta fantasma, você precisa de um substrato bem drenado, que pode ser uma mistura de terra, areia e pedriscos. O vaso deve ter furos na parte inferior para evitar o encharcamento das raízes.

2- Exposição ao sol

A planta fantasma gosta de sol pleno ou meia-sombra, mas não tolera o sol direto nas horas mais quentes do dia. O ideal é colocá-la em um local com boa luminosidade e ventilação.

Anúncios

3- Rega

A rega deve ser feita somente quando o substrato estiver seco ao toque, evitando molhar as folhas. No verão, regue uma vez por semana; no inverno, uma vez por mês.

4- Adubação

A adubação pode ser feita na primavera e no verão, com um fertilizante específico para suculentas ou cactos, seguindo as instruções da embalagem.

Anúncios

Propagação

A planta fantasma pode ser propagada por meio de estacas de folhas ou de caules. Basta retirar uma folha ou um pedaço do caule com cuidado e deixar secar por alguns dias. Depois, coloque em um recipiente com substrato úmido e espere enraizar.

Veja também

2 comentários em “Planta fantasma (Graptopetalum paraguayense): a suculenta de beleza fantasmagórica”

    • Gostei aprendi um pouco mais com vc, sou igual a vc amo suculentas e todas as plantas q da flor 🌹

Os comentários estão encerrado.