Orquídea Borboleta (Phalaenopsis): características +3 cuidados para o cultivo.

Suzana Machado

Updated on:

Orquidea phalaenopsis

A pequena Orquídea Phalaenopsis, também conhecida popularmente como Orquídea borboleta, é considerada como um dos gêneros de orquídeas mais conhecidas no mundo. É uma espécie originária do sudeste da Ásia até a Austrália, que se popularizou bastante nos últimos anos, sendo uma das orquídeas mais comercializadas no mundo.

Anúncios

Essa popularidade se deu por sua resistência e a beleza de suas flores, que deixam os ambientes onde estão sendo cultivadas muito mais belos. Para conhecer mais sobre a orquídea borboleta e alguns cuidados para seu cultivo, separamos algumas dicas fornecidas pelo eng. ambiental Murilo Soares, da Spagnhol plantas.
Imagem: RainerBerns

Características da orquídea borboleta

A orquídea borboleta (Phalaenopsis), é uma espécie epífita, vivendo geralmente em árvores ou rochas.

Orquídea borboleta
Imagem: pelosolhosdavan
Flores da orquídea Phalaenopsis

Ao longo de suas hastes, ela desenvolve lindas flores que variam entre as cores branca, rosa, amarelo, laranja e vermelho, lembrando muito o formato de uma borboleta.

Anúncios

Como cultivar a orquídea borboleta?

Para que sua orquídea borboleta se desenvolva corretamente e consiga florir, Murilo Soares recomenda alguns cuidados bastante importantes para o seu cultivo em ambientes internos.

1- Exposição a luz

Um dos principais cuidados para que a orquídea borboleta floresça lindamente, está na correta exposição da orquídea a luz do sol. O ideal, é que ela seja cultivada em um ambiente bem iluminado, onde receba a luz indireta do sol, próximo de uma janela.

Orquídea borboleta
Imagem: gaia_arranjosflorais

Se exposta a luz direta do sol, suas folhas irão acabar se queimando e as flores irão cair mais rapidamente.

2- Regas

Uma dica muito importante ao fazer as regas da sua Phalaenopsis, é de sempre retirar a espécie do cachepô onde ela está sendo cultivada. Como geralmente ela acaba sendo cultivada no próprio vaso em que é vendida, ele deve ser retirado do cachepô no momento da rega.

Anúncios

Aliás, lembre-se sempre de esperar que as raízes escorram o excesso de água naturalmente ao terminar a rega. Assim, você evitará o encharcamento e o apodrecimento das raízes.

3- Adubação

A adubação pode ser realizada a cada 15 dias ou 1 vez por mês, utilizando desde o bokashi, quanto a adubos já prontos e específicos para as orquídeas.

Se a orquídea já estiver com flores, pode ser aplicado um adubo pronto para manutenção, aplicando diretamente em suas folhas.

Veja também

Deixe um comentário