Cacto rabo de macaco: 4 dicas para cultivar e desenvolver lindas flores.

Suzana Machado

Updated on:

Cacto rabo de macaco

Nativo da Bolívia, o cacto rabo de macaco (Hildewintera colademononis), é muito cultivado como planta ornamental pelo aspecto característico que possui, composto por um caule longo e coberto de finos espinhos brancos.

Anúncios

Dessa forma, o cacto rabo-de-macaco cria um efeito pendente e bem florido em vasos ou floreiras suspensas. Aliás, o nome popular que o cacto é chamado, foi dado justamente por suas características que, de fato, lembram muito o rabo de um macaco.
Imagem: Suculentariadaana (@suculentariadaana)

O cacto rabo de macaco não é difícil de cuidar

Murilo Soares, da Spagnhol plantas, conta que “Quando o cacto rabo de macaco surgiu no Brasil, lá pelos meados dos anos 2000, fez o maior sucesso durante uma exposição onde ele era ainda visto com novidade. Assim, de lá pra cá, o cacto rabo de macaco nunca deixou de crescer em sua popularidade”.

Anúncios

Por isso, se você está pela procura de uma planta de fácil cultivo e que não dê muito trabalho, essa espécie de cacto pode ser ideal e ainda trará mais beleza para o ambiente com suas lindas flores.

Flores do cacto rabo de macaco

Um dos pontos de destaque do cacto, são as flores do cacto rabo de macaco, que são bem avermelhada e sempre florescem no início da primavera e verão.

cacto rabo de macaco

Imagem: Erica Correa (@loucas_por_suculentas)

Infelizmente, elas não possuem muito de vida e logo secam para dar lugar aos seus frutos vermelhos que guardam suas sementes.

Anúncios

Como cultivar o cacto rabo de macaco?

1- Exposição a luz intensa

Um dos cuidados que precisam de maior cuidado ao cultivar o cacto rabo de macaco, está nas condições de iluminação do ambiente.

cacto rabo de macaco

Imagem: Moreira Coutinho | Pixabay

O ideal, é que ele seja cultivado em um local onde consiga receber a luz intensa do sol durante um período do dia, seja durante toda a manhã ou durante toda a tarde.

Anúncios

2- Substrato recomendado

Prefira cultivar o cacto em substrato aerado, bem drenado e rico em matéria orgânica, podendo ser composto pela casca de pinus ou até mesmo o húmus de minhoca.

3- Frequência das regas

Para que não acabe secando ou apodrecendo, é recomendado que cacto rabo de macaco seja cultivado em um substrato úmido. Por isso, as regas podem ser feitas de uma forma mais frequente, para que o substrato se mantenha sempre úmido.

Anúncios

Apenas tenha cuidado para que não seja adicionada água em excesso, resultando no acúmulo de água no substrato, que pode causar o apodrecimento de suas raízes.

4- Adubação

Para adubar o substrato, você pode utilizar algum tipo de adubo que seja específico para flores, fazendo sua aplicação no final do inverno para preparar o cacto a ter sua floração no inicio da primavera.

Veja também

1 comentário em “Cacto rabo de macaco: 4 dicas para cultivar e desenvolver lindas flores.”

Deixe um comentário