Stapelia gigantea: saiba como cuidar da conhecida “flor-carniça”.

Suzana Machado

Updated on:

Stapelia gigantea

Nativa da Zâmbia e da África do Sul, a suculenta Stapelia gigantea é uma planta ideal para compor jardins externos ou para ser cultivada em vasos decorativos dentro de casa. Curioso, que por apresentar um formato de estrela e um odor bem característico, pode ser chamada em algumas regiões por cacto estrela ou flor-carniça.

Anúncios

Porém, por mais que ela se pareça com um cacto, ela não pertence a nenhuma família das Cactaceaes, além de não possuir aréolas e nem espinhos. Portanto, ela acaba sendo considerada como uma espécie de suculenta.
Imagem: budi_richie_

Características da Stapelia gigantea

Apensar do nome e de sua aparência um tanto exótica, a Stapelia não é uma planta tóxica. Além da flor que lembra uma estrela, a suculenta possui como característica seus ramos que lembram pequenos dedos e um odor bem característico das pétalas de sua flor, quando ocorre sua floração.

stapelia gigantea 1 Stapelia gigantea: saiba como cuidar da conhecida "flor-carniça".
Imagem: CACTUS (@cactus._world)

Contudo, esse odor desagradável que lembra algo podre, só é percebido quando se chega muito próximo de suas pétalas, sem recender pelo ambiente. Esse odor é apenas uma forma da suculenta atrair moscas e outros insetos polinizadores.

Anúncios

Como cultivar a Stapelia gigantea

Podendo ser cultivada em ambientes internos com o uso de vasos e em jardins externos, o cultivo da Stapelia depende apenas de alguns cuidados para que possa crescer e desenvolver suas flores no formato de uma estrela.

1- Uso de um substrato

O recomendado é fazer o uso de algum substrato próprio para o cultivo dessa espécie de suculenta. Porém, você também pode usar outros tipos de solo, desde que ele possua uma boa drenagem e seja bem adubado.

stapelia gigantea 2 Stapelia gigantea: saiba como cuidar da conhecida "flor-carniça".

Neste caso, principalmente quando ela é cultivada em vasos, o ideal é que o solo seja composto por casca de pínus moída e fazer o uso de algum tipo de adubo orgânico, como a borra de café, por exemplo.

Anúncios

2- Exposição a luz

Assim como outras espécies de suculentas, a Stapelia gigantea prefere ser cultivada em ambiente como boa iluminação natural, porém mais a meia-sombra.

stapelia gigantea 3 Stapelia gigantea: saiba como cuidar da conhecida "flor-carniça".
Imagem: Jessica’s Garden (@gardeninginok)

Por mais que seja bastante resistente e goste de climas mais quentes, se for exposta a luz direta do sol por um período longo, ainda mais se for o sol de verão, pode acabar ocasionando o retardamento do seu crescimento.

Anúncios

3- Frequência das regas

A frequência das regas deve ser feita com cuidado, também. O ideal é que sejam seguidos os mesmos padrões de outras espécies de suculentas e evitando o excesso.Para isso, prefira fazer as regas somente quando o substrato já apresentar estar seco, cuidando para não exagerar na dose de água.

Veja também

1 comentário em “Stapelia gigantea: saiba como cuidar da conhecida “flor-carniça”.”

Deixe um comentário