Catharanthus roseus: 4 dicas para cultivar a “Vinca de Madagascar”.

Suzana Machado

Updated on:

Catharanthus roseus - Vinca de madagascar

A Catharanthus roseus, popularmente conhecida como Vinca de Madagascar, é uma plana nativa de Madagascar, membro da família Apocynaceae, muito conhecida pelas flores repletas de beleza que encantam com os ambientes com pétalas.

Anúncios

Aliás, as flores da vinca de madagascar podem ser encontradas em várias cores, que variam entre o vermelho, rosa, lavanda e branco, podendo se desenvolver o ano inteiro.

Esse foi um dos motivos da Catharanthus roseus ser tão procurada para ser cultivada em jardins e em ambientes internos.
Imagem: _meu_jardim_

Características da Catharanthus roseus

A vinca de Madagascar, é um tipo de Vinca arbustiva que pode atingir cerca de 60 cm de altura.

vinca de madagascar -

Imagem: albogarden_ – Cultivo da Vinca de Madagascar ao sol pleno

Possui folhas verdes brilhantes e desenvolve flores em um formato de estrela, com cinco pétalas e que podem variar entre os tons de roxo, rosa, branco e vermelho.

Anúncios

Como cultivar a Vinca de Madagascar (Catharanthus roseus)?

vinca de madagascar 2 Catharanthus roseus: 4 dicas para cultivar a "Vinca de Madagascar".

Imagem: lisbella_gv – Catharanthus roseus cultivada em vaso

Podendo ser cultivada em vasos menores, em ambientes onde possam receber bastante luminosidade e luz direta do sol, e em jardins para compor o paisagismo devido a beleza de suas flores, a Vinca de Madagascar precisa de alguns cuidados ao ser cultivada.

1- Substrato

A paisagista Clariça Lima, explica que o substrato recomendado para o cultivo da Catharanthus roseus deve possuir uma certa drenagem, para evitar que suas raízes fiquem encharcadas, além de ser fértil.

Anúncios

2- Exposição a luz do sol

A paisagista cita que a Catharanthus roseus, prefere ser cultivada em um ambiente bem iluminado, de sol pleno e que o clima seja mais quente, evitando o frio intenso.

vinca de madagascar

Imagem: Suanpa/Pixabay

Por isso, prefira um local onde sua vinca de Madagascar possa receber pelo menores de 4 a 6 horas de sol por dia.

3- Frequência das regas

Embora seja muito resistente à seca, faça regas regulares na Vinca de Madagascar, cuidando para que o substrato não fique encharcado para não comprometer o desenvolvimento de suas raízes.

4- Adubação

Para estimular o crescimento das flores da Catharanthus roseus, pode estar sendo aplicado durante o período da sua floração, entre a primavera e verão, algum tipo de adubo para floração, a cada duas semanas.

Anúncios

Uso da Vinca de Madagascar como planta medicinal

Além do ser valor ornamental, a Vinca de Madagascar é muito conhecida por sua propriedade medicinal. Suas folhas são compostas por alcaloides bisindólicos, que são utlizados no tratamento do diabetes e de alguns tipos de câncer.

Veja também

1 comentário em “Catharanthus roseus: 4 dicas para cultivar a “Vinca de Madagascar”.”

Deixe um comentário