Espada-de-são-jorge: a planta que protege, purifica e decora a sua casa

Suzana Machado

Espada de são jorge

A espada-de-são-jorge é considerada uma planta de proteção, capaz de afastar as energias negativas e atrair sorte, prosperidade e saúde. Além disso, ela também é uma ótima aliada para purificar o ar dos ambientes internos, pois absorve poluentes e libera oxigênio durante a noite.

Anúncios

Neste artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre a origem, as características, o significado e um guia para o cultivo da espada-de-são-jorge em ambientes internos.
Imagem: ilovecactus_

Origem e nomes populares

A espada-de-são-jorge é uma planta originária da África tropical e subtropical, onde cresce em forma de touceiras. Ela pertence à família Asparagaceae e ao gênero Sansevieria, que possui cerca de 70 espécies diferentes.

Espada de são jorge
Imagem: nabamaradioweb

O nome científico da espada-de-são-jorge é Sansevieria trifasciata, mas ela também é conhecida por outros nomes populares, como língua-de-sogra, rabo-de-lagarto, espada-de-ogum, espada-de-iemanjá ou espada-de-santa-bárbara.

Anúncios

O nome espada-de-são-jorge vem da lenda de que São Jorge usou sua espada para matar um dragão que ameaçava uma cidade. Por isso, a planta é associada à coragem, à vitória e à proteção contra o mal.

Significados da planta Espada de São Jorge

A espada-de-são-jorge é uma planta muito apreciada na cultura popular e na religiosidade brasileira. Ela é usada como um amuleto para proteger a casa, o trabalho e as pessoas de inveja, mau-olhado e outras formas de negatividade. Ela também é considerada uma planta que atrai prosperidade, abundância e saúde para quem a cultiva.

Espada de são jorge
Imagem: @boutiquedasfloresbh – Fonte de água com plantas

Na umbanda e no candomblé, a espada-de-são-jorge é consagrada aos orixás Ogum e Iemanjá, que representam a força e a fertilidade, respectivamente. Ela é usada em rituais de limpeza, banhos e oferendas para essas divindades.

Anúncios

A espada-de-são-jorge também tem um significado esotérico relacionado aos seus elementos. Ela representa o fogo pela sua cor vermelha nas margens das folhas, a água pela sua capacidade de armazenar líquido nas folhas suculentas, o ar pela sua função de purificar o ambiente e a terra pelo seu rizoma que se fixa no solo.

Características da espada-de-são-jorge

A espada-de-são-jorge é uma planta herbácea, perene e suculenta, que pode atingir até 1 metro de altura. Ela possui folhas longas, cilíndricas e pontiagudas, que saem diretamente do rizoma (caule subterrâneo). As folhas são verdes com listras transversais mais claras ou mais escuras, dependendo da variedade. Algumas variedades também apresentam margens amarelas ou vermelhas nas folhas.

Espada-de-são-jorge
Imagem: ilovecactus_ – Vasos decorativos com a planta espada de são jorge

A espada-de-são-jorge raramente floresce em ambientes internos, mas quando isso acontece, ela produz pequenas flores brancas ou esverdeadas, que exalam um perfume suave à noite. As flores são agrupadas em hastes longas e eretas, que podem chegar a 60 cm de comprimento.

Anúncios

Como cuidar da planta Espada de São Jorge?

A espada-de-são-jorge é uma planta muito fácil de cultivar em ambientes internos, pois se adapta bem a diferentes condições de luz, temperatura e umidade. Ela também é resistente a pragas e doenças e requer poucos cuidados.

1- Exposição ao sol

Ela ser cultivada em ambientes bem iluminados com luz indireta ou meia-sombra, mas também pode tolerar locais com pouca luz ou sol pleno. Evite expor a planta a luz solar direta por muito tempo, pois isso pode queimar as folhas.

Anúncios

2- Substrato

A espada-de-são-jorge gosta de um substrato leve, bem drenado e rico em matéria orgânica. Você pode usar uma mistura de terra vegetal, areia e húmus de minhoca, por exemplo.

Espada de são jorge
Imagem: sensibilidadesobolhar – Solo pra cultivo da planta

Evite substratos muito compactos ou encharcados, pois isso pode apodrecer o rizoma.

Anúncios

3- Frequência das regas

A espada-de-são-jorge não precisa de muita água e deve ser regada apenas quando o substrato estiver seco. Regue a planta a cada 15 dias no verão e a cada 30 dias no inverno, aproximadamente. Evite molhar as folhas e o rizoma, pois isso pode causar fungos e bactérias.

4- Frequência das regas

Ela não é muito exigente em nutrientes, mas se beneficia de uma adubação periódica para estimular o seu crescimento e a sua floração.

Anúncios

Você pode usar um adubo orgânico, como torta de mamona ou farinha de osso, ou um adubo químico, como NPK 10-10-10, seguindo as instruções do fabricante. Adube a planta a cada 3 meses na primavera e no verão, e a cada 6 meses no outono e no inverno.

Veja também

1 comentário em “Espada-de-são-jorge: a planta que protege, purifica e decora a sua casa”

Os comentários estão encerrado.