Flor boca-de-leão: 3 cuidados para cultivar e colorir jardins ou vasos em áreas externas.

Suzana Machado

Updated on:

Flor boca-de-leão

A flor boca-de-leão (Antirrhinum majus), é originária do mediterrâneo e se adapta muito bem ao ser cultivada, tanto em climas tropicais, quanto subtropicais e temperados. Em Curitiba, por exemplo, a flor boca-de-leão estará sendo cultivada nos parques por ser uma espécie resistente ao frio, suportando temperaturas de até 3 graus negativos.

Anúncios

Aliás, esse nome popular que a espécie recebeu, é devido a semelhança das suas flores com a boca de um leão. Quando uma de suas flores é apertada, ela se abre como se fosse uma boca, voltando a se fechar quando é solta.
Imagem: floresecomerciodeflores

Características da flor boca de leão

Além do aspecto de suas flores que lembram muito uma boca aberta ou uma trombeta, elas ainda são bem característica por conta das diferentes tonalidades que elas podem se desenvolver.

Flor boca-de-leão
Imagem: wild.urban.life

Dependendo da variedade, ela pode atingir até 90 cm de altura e desenvolver flores com a cor rosa, amarelo, vermelho, laranja ou mesclas.

Anúncios

Como cuidar da flor boca-de-leão?

1- Solo recomendado

O solo ideal para que a boca de leão desenvolva suas flores coloridas corretamente, deve ser rico em nutriente e com uma boa drenagem.

2- Exposição a luz

A flor boca-de-leão é conhecida por suas resistência ao ser cultivada em locais mais com um clima mais frio.

Flor boca de leao
Imagem: maki.jet_black

Contudo, seu cultivo deve ser feito em ambientes externos onde ela consiga receber a luz plena do sol.

Anúncios

3- Frequência das regas

Quanto as regas, elas podem ser realizadas com mais frequência no início do seu cultivo, podendo manter o solo sempre úmido. Após o seu florescimento, as regas podem ficar menos constantes, podendo manter uma frequência de até 2 vezes na semana.

Veja também

Deixe um comentário