Begônia maculata: 3 dicas para cultivar a nova queridinha das folhagens.

Suzana Machado

Updated on:

Begônia maculata

Nativa de matas tropicais do Brasil, a Begônia maculata se tornou a nova queridinha entre as folhagens que podem ser cultivadas em ambientes internos. Afinal, o aspecto característico da planta, repleta de bolinhas brancas em suas folhas verdes escuras em um verso bem avermelhado, chama atenção de quem passa por ela com seu toque exótico.

Anúncios

E, por ser uma planta tipicamente brasileira, com costumes tropicais, a begônia maculata se adaptou muito bem ao cultivo em ambientes internos, precisando seguir apenas alguns cuidados práticos para que ela consiga se desenvolver corretamente. Contudo, é preciso deixa-la fora do alcance de pets e crianças, por ser uma planta tóxica quando ingerida.
Imagem: paola.ruggeri

Como cultivar a begônia maculata?

Um dos destaques da begônia maculata está no seu cultivo fácil e descomplicado, necessitando apenas de cuidados básicos para que vá pra frente em ambientes internos.

Anúncios

1- Cuidados com o substrato

Para que possa se desenvolver corretamente, a begônia maculata necessita de um substrato bem fértil e bem drenável. Dessa forma, você pode estar utilizando matéria orgânica para deixa-lo fértil, podendo fazer o uso de humus de minhoca e ainda acrescentar uma porção de turfa, musgo esfagno ou até mesmo casca de pinus.

Begônia maculata
Imagem: @bitkiselblogg

Para casos que você prefira fazer a utilização de adubos químicos, siga as recomendações do fabricante.

Anúncios

2- Exposição a luz

Por ser uma planta nativa de regiões tropicais, a begônia maculata não gosta de ser cultivada em ambientes de sol pleno. Contudo, elas precisam estar em ambientes bem iluminados, que receba somente a luz indireta do sol.

begonia maculata 2 Begônia maculata: 3 dicas para cultivar a nova queridinha das folhagens.
Imagem: plante_cultive

Por isso, caso você vá cultivar a begônia maculata em ambientes internos, o ideal é que o vaso com a planta fique próxima de uma janela bem iluminada, onde possa receber apenas a luz indireta do sol.

3- Frequência das regas

A begônia maculata se desenvolve muito bem em substratos mais úmidos. Neste caso, o ideal é de manter uma frequência em suas regas, que podem ser feitas de duas a três vezes na semana. Caso ela não se mantenha sempre úmida, pode acabar murchando.

Anúncios

Mesmo assim, é importante estar sempre observando como estão as condições do substrato e cuidar para não encharcar suas raízes com excesso de água.

Veja também

1 comentário em “Begônia maculata: 3 dicas para cultivar a nova queridinha das folhagens.”

Deixe um comentário