Tipo de tinta para parede: acrílica, látex ou PVA, qual é melhor?

Escrito por:
Tipo de tinta para parede: acrílica, látex ou PVA, qual é melhor?

Quando pensamos em repaginar a decoração ou, simplesmente, renovar o visual de um ambiente, é certo que entre umas das primeiras opções nos venha a escolha de uma nova cor de tinta para parede, não é? Por mais fácil e simples que pareça ser essa missão, pode acontecer de aparecerem algumas dúvidas na hora da escolha do tipo que será aplicado na pintura do ambiente. Entre os principais tipos que existem no mercado, seja para pintura interna ou externa, podemos destacar a tinta látex, acrílica e PVA.

Qual a diferença entre os tipos de tintas para parede?

Antes de qualquer coisa, é importante conhecer as diferenças básicas entre cada tipo de tinta parede, seus usos e aplicações, seja para pintar a cozinha, a sala, os quartos ou o banheiro. Como citamos logo a cima, podemos encontrar, principalmente, 3 tipos mais usadas para pintar as paredes dos ambientes.

Tinta para parede: látex

Quando falamos em tinta látex, falamos na verdade em um grupo composto por dois tipos: a PVA e a acrílica. A principal diferença entre o látex PVA e látex acrílico, é o tipo de resina utilizada na formulação de cada uma. A tinta para parede PVA, por exemplo, é formulada com adição do acetato de polivinila, enquanto as acrílicas, já são feitas à base de resina acrílica. Ou seja, tinta acrílica e PVA são tipos de Látex.

Entre algumas de suas características, está a solubilidade de ambas, já que são solúveis em água, o que torna fácil a limpeza em caso de respingos. Além disso, os dois tipos de látex tendem a não ter um odor tão forte como as antigas tintas, feitas à base de solvente.

Onde posso usar a tinta látex?

Você sabia que foi em em 2011, que houve a criação da NBR 15079, a qual criou classes definidas para os tipos de tinta para parede: Premium, Standard e Econômica? Isso mesmo. Inclusive, no blog do amigoconstrutor, podemos ver que de acordo com a necessidade para o local da pintura, podemos escolher entre um dos padrões de látex, já que cada padrão é definido para cada tipo de aplicação, seja ela interna ou externa.

Qual a diferença entre o látex Premium, Standard e econômico?

A diferença de cada padrão da tinta látex está na resistência e cobertura que cada uma proporciona. Em ambiente interno, por exemplo, podemos aplicar qualquer um dos três tipos de tinta látex, por não termos fatores como a chuva e os raios UV que provocam o desgaste da pintura.

Tinta para parede

Já em ambientes externos, o recomendado é de ser aplicado somente as classes Standard e Premium, devido à sua maior resistência aos raios UV. Além disso, as classes Premium também possuem um maior poder de cobertura, não demandando uma maior quantidade de demãos para se obter um mesmo nível de acabamento.

Tinta para parede: esmalte

Muito diferente dos outros dois tipos citados a cima, a tinta parede em esmalte já não é solúvel em água, portanto, é mais difícil de ser limpa em caso de respingos. Por isso, o esmalte é usado principalmente em pinturas de metais e madeira, como janelas de ferro, corrimãos, estruturas metálicas e portas de madeira, principalmente em áreas externas, já que se trata de um produto impermeável. Para se ter uma ideia, o esmalte é bastante resistente à ação da chuva e do sol e é encontrado em três tipos de acabamentos: fosco, acetinado e brilhante.

Tinta para parede: epóxi

Por fim, temos a tinta para parede de Epóxi, que pode ser encontrada em versões tanto à base de água quanto à base de solventes. A tipo epóxi possui como característica, suas resistência e costuma ser mais utilizada em ambientes industriais ou muito abrasivos. Entre as suas aplicações, podemos citar o uso da tinta epóxi para pintar o banheiro e a cozinha, por exemplo, já que são ambientes considerados “molhados”. Porém, não é indicada sua aplicação em locais externos, já que ela não resiste bem a luz UV.

Veja Também

Deixe um Comentário

cinco − três =